DHCP - Servidor e cliente

#unix

É muito custoso para um administrador de uma rede atribuir endereços IPs de forma estática, por isso existem servidores de atribuição automática de endereços, além de abster o usuário de saber detalhes sobre a configuração da rede que sua máquina deve ter.

Com o DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) não somente os cálculos de endereços livres são configurados mais rapidamente, como também podem ser fornecidos outros serviços: endereço de broadcast, do roteador, o nome de domínio, endereço de DNS. O controle de quem recebe qual endereço e a faixa de endereço pode ser configurado também.

Instalação

No GNU/Linux Debian basta usar o aptitude:

$ sudo aptitude install dhcp3-server

Quando instalado pode-se ver em /etc/dhcp3/dhcpd.conf um exemplo de configuração. Faça um backup deste arquivo antes de editar para posterior análise.

Configuração

Servidor

ddns-update-style none;

default-lease-time 600;
max-lease-time 7200;

log-facility local7;

subnet 192.168.1.0 netmask 255.255.255.0 {
    option routers 192.168.1.2;
    option domain-name "intranet.net";
    option domain-name-servers 192.168.1.3, 192.168.1.4;
    range 192.168.1.30 192.168.1.224;
}

Veja no exemplo que o que está dentro de subnet será a rede fornecida.

Nas linhas abaixo definem um endereço fixo conforme o MAC da placa de rede:

host host01 {
    option host-name "host01.intranet.net";
    hardware ethernet 00:08:54:2C:DD:FD;
    fixed-address 10.0.0.21;
}

Cliente

Em geral basta marcar a rede para ser cliente de DHCP.

No cliente basta deixar configurado a utilização de servidor DHCP: no caso de Unix-like este comando é dhclient.

Em GNU/Linux Debian (ou Ubuntu) no arquivo /etc/network/interfaces adicione a seguinte linha:

iface eth0 inet dhcp